D1 1N34 PDF

Component details: Resistor- RX Crystal earpiece and jack socket to suit; plastic control knob; plastic insulated flexible cable for aerial wire, downlead and earth connection, 30 meters minimum; buried biscuit tin or 1 meter of copper pipe for earth system; 50gm reel of 26SWG enamelled copper wire, for tuning coil; card and glue for coil former; multistrand connecting wire; crocodile clips or terminals for aerial and earth lead connection; solder, etc. The recovered audio signal is fed directly to a crystal earpiece. Signal voltages introduced in the ferrite loop aerial by the radiated magnetic field are much too much to produce an output from the detector, and the component is used here simply as a tuning coil. The ferrite core does, however, reduce the number of turns required for the coil winding, thereby reducing its resistance and increasing its audio quality. The r.

Author:Mazusar Samunris
Country:Dominican Republic
Language:English (Spanish)
Genre:Life
Published (Last):20 August 2015
Pages:22
PDF File Size:8.15 Mb
ePub File Size:7.29 Mb
ISBN:515-6-70852-778-1
Downloads:61625
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Mooguk



O rdio de galena um dos receptores mais simples de modulao AM que se pode construir. Ele utiliza as propriedades semicondutoras do mineral galena, um dos primeiros semicondutores utilizados, ou seja, antes do germnio e silcio.

Ele demanda uma antena de grande extenso tipicamente 15 m de fio cru, um circuito ressonante formado por uma bobina em um capacitor, em que um deles varivel vide indutor varivel e capacitor varivel sintonizado na freqncia AM de interesse, passando por um circuito retificador formado pelo diodo de galena associado com um circuito "passa-baixa" do tipo RC resistor-capacitor que filtra as altas freqncias.

O sinal sintonizado, retificado e filtrado transmitido diretamente um transdutor de alta impedncia do tipo transdutor de cristal como monofone alto-falante. Galena Esquema Eltrico O esquema eltrico de um rdio de galena muito simples, e uma das implementaes representada na figura abaixo: Existem outras formas de implementar um rdio de galena, sobretudo quando o elemento sintonizador varivel o indutor. Esquema de Blocos O Esquema de blocos de um Rdio de Galena, cujo elemento varivel de sintonizao um capacitor, descrito no esquema a seguir: Nesse diagrama, o primeiro bloco formado pelo sintonizador de freqncia AM.

O segundo bloco formado pelo demodulador de AM que consiste de um retificador de altas-freqencias formado pelo Diodo de Galena que tambm pode ser substitudo por um diodo moderno de RF como o 1N ou mesmo por diodos de germnio por serem mais indicados devido s suas menores queda de tenso de retificao associado com um filtro Passa-Baixa. Dessa forma, quando o transdutor de cristal possui uma impedncia de 2.

Este texto disponibilizado nos termos da licena Atribuio-Partilha nos Mesmos Termos 3. Consulte as condies de uso para mais detalhes. Este serve de antena e a galena de captador de corrente: capta ondas electromagnticas de alta frequncia mas de fraca intensidade. Estes rdios so tradicionalmente conhecidos pela captao de rdio sem o recurso electricidade, bastando ter o aparelho ligado a uma antena e a uma linha de terra Construir o Passado Rdio de Galena J foi dito noutras seces, que as origens da rdio foram iniciadas por pessoas autodidactas, em que as ondas radioelectricas, lhes despertou a curiosidade de poderem comunicar com outros amigos, ou at proporcionar s outras pessoas alguns momento de lazer.

Foi assim que surgiram os radioamadores e com eles as emisses radiofnicas, pioneiros das emisses de rdio, que construam os seu prprios aparelhos emissores e receptores. Como nos anos 20 a rdio ainda estava a dar os primeiros passos, logo os poucos aparelhos disponveis no mercado eram a preos muito elevados, as pessoas mais entusiastas autoconstruiam os prcticos receptores de galena.

Com pouco dinheiro e alguma imaginao, podiam ouvir a rdio, sem que fosse preciso corrente elctrica. Passados mais de 80 anos, ainda h que se dedique a este tipo de receptores, construndo, inventando, sem que para isso sejam preciso muitos conhecimento. Vejam o caso de um amigo frequente do site Clssicos da Rdio, que concebeu uma verdadeira relquia, imaginem que aps a construo desta Galena lhe disseram "isto uma verdadeira pea de arqueologia radiofnica A seguir tenta-se explicar de uma forma sintetizada como o Vitor construiu a sua Galena e esperamos contribur para que outros sigam os mesmos passos.

Todas as peas foram construidas recorrendo a materiais de ocasio excluindo a chapa, a verguinha e as porcas de lato que foram compradas propositadamente para este efeito. Assim, o eixo do rotor foi feito a partir de um pauzinho novo de fazer espetadas; o boto do rotor, de uma tampa de garrafa de cera acrlica para o cho; o fio das bobinas, retirado de uma bobina de ignio de um automvel; a bobina exterior estator , de tubo de gua de 75mm; a interior rotor , de tubo de electricidade de cerca de 30mm; a bobina de sintonizao da antena, de uma embalagem vazia de Vitamina C efervescente Redoxon ;o botozinho do detector de galena uma tampa de uma vlvula de bicicleta; a bolinha de lato que permite o movimento da haste foi adptada a partir de uma ferragem de uma gaveta puxador ; o "vidro" plstico!

Outros materiais foram a tinta rpida de pintar calado para dar a cor preta s bobinas, um corante para madeira e verniz sinttico. Com a minha antena de 23 metros apanho na perfeio a R.

O cabo do fone foi recuperado de um varo, daqueles que se usam nos cortinados l de casa; a caixa foi feita a partir de um pedao de madeira de pinho igual da base do rdio e o orifcio de audio foi tapado com um pedacinho de pano de um guarda-chuva. L dentro est um auricular de um telefone velho. O resto, o aspecto visual do conjunto, foi tudo uma questo de acabamentos.

Cortesia Vitor Santos E assim podero fazer uma galena a partir de material que se encontra em casa, sem se gastar grandes dinheiros. Esperamos que tenha ficado motivado para comear hoje mesmo a construr a sua. Fotos: Vitor Santos Esquema bsico de uma Galena A bobine indicada no esquema B deve ser num tubo de carto, ou plstico de 0, m de comprimento.

Nesse tubo enrolam-se 71 espiras de fio de 0,2 - de duas camadas de fio de seda revestido a verniz a fim de ficar isolado. Na 14 espira faz-se uma tomada para ligao da antena; na 26 para ligao terra e na 44 para os auscultadores A e para o condensador C2.

Depois de construda a bobine coloca-se: C1-condensador varivel de 0, C2- Condensador fixo de 0, D- detector de cristal. Fazendo em A a ligao para a antena e em T para a terra, fica com um receptor econmico e de grande selectividade.

Visite as Galenas do nosso Museu Virtual - Buscar Principal Instituto New ton C. No entanto, o artigo antigo e verses diferentes existem, inclusive com descrio mais completa. O rdio que descrevemos agora desse tipo. Se o leitor est em busca de uma montagem interessante para demonstraes, feiras de cincias ou mesmo para matar sua curiosidade em relao histria do rdio, este um projeto altamente recomendado.

Tambm trata-se de algo para ser implementado em escolas, como atividade complementar de tecnologia ou matria eletiva. Eis um rdio que tem tudo para despertar a curiosidade das pessoas, no usa transistores nem circuitos integrados, no ligado na tomada e no precisa de pilhas.

Ele funciona com a prpria energia que vem pelas ondas captadas. Alm disso, ele utiliza poucos componentes, no precisa de ajustes e fcil de montar. A idia desta projeto voltar aos primeiros anos do rdio e analisar como os primeiros receptores que existiram funcionavam. Naquela poca, incio do sculo XX, no existiam vlvulas, transistores e muito menos circuitos integrados. Os primeiros rdios eram denominados de galena ou de cristal, pois tinham como elemento principal, um cristal de galena um derivado de chumbo que apresentava a estranha propriedade de detectar os sinais de rdio.

Atravs dele era possvel extrair das ondas de rdio, a informao sonora correspondente, ou seja, voz de um locutor, msica, etc. Uma grande antena externa, de pelo menos uns 10 metros de comprimento, captava as ondas de rdio de modo a induzir as correntes que, descendo pelo fio, chegavam ao circuito do rdio. Neste circuito, logo de incio, uma bobina e um capacitor formavam o circuito de sintonia, capaz de fazer a seleo das estaes em alguns tipos era utilizado um capacitor varivel para mudar de estao, mas nos primeiros tipos, isso era feito selecionando-se tomadas na bobina.

Deste ponto, o sinal selecionado era levado ao detector que consistia justamente no cristal de galena.

A deteco um processo que separa os sinais de alta frequncia dos sinais de baixa, que correspondem aos sons. Estes sinais de baixa frequncia eram ento levados ao fone de ouvido, onde se fazia a converso em som, de modo que a pessoa pudesse ouvir as estaes.

A intensidade e sua qualidade dependiam tanto da eficincia da antena como da potncia e distncia da estao. O rdio que montaremos tem basicamente a mesma estrutura dos rdios de galena tradicionais, mas com alguns melhoramentos que so possveis hoje pela disponibilidade de componentes baratos e de fcil obteno.

Por exemplo, no nosso caso, usaremos um diodo de germnio como detector, em lugar do cristal de galena , que muito difcil de encontrar veja www. Com ele obtemos maior sensibilidade, alm da facilidade de operao, pois o cristal antigo precisava ser tocado experimentalmente com um fiozinho denominado bigode de gato, at que o ponto sensvel fosse encontrado, operao que exigia muito cuidado e pacincia.

Veja na figura 1 como era montado o cristal de galena com a pea de ajuste para encontrar o ponto sensvel.

GEDANKEN-EXPERIMENTS ON SEQUENTIAL MACHINES PDF

Germanium Diodes and possible alternatives?

Nezragore For this reason you would select diodes with low capacity, spesially when you use it on higher frequenties. Any way, the capacity of the diode is important. Since a crystal earphone draws very little current, Vf is also lower. Posted by Simmo in forum: Mar 6, 4. BV is only necessary if the simulation exceeds the reverse breakdown voltage of the diode, as is the case for zener diodes.

ENGRAMAS MOTORES PDF

Simple Radio Circuit using Op Amp

O rdio de galena um dos receptores mais simples de modulao AM que se pode construir. Ele utiliza as propriedades semicondutoras do mineral galena, um dos primeiros semicondutores utilizados, ou seja, antes do germnio e silcio. Ele demanda uma antena de grande extenso tipicamente 15 m de fio cru, um circuito ressonante formado por uma bobina em um capacitor, em que um deles varivel vide indutor varivel e capacitor varivel sintonizado na freqncia AM de interesse, passando por um circuito retificador formado pelo diodo de galena associado com um circuito "passa-baixa" do tipo RC resistor-capacitor que filtra as altas freqncias. O sinal sintonizado, retificado e filtrado transmitido diretamente um transdutor de alta impedncia do tipo transdutor de cristal como monofone alto-falante. Galena Esquema Eltrico O esquema eltrico de um rdio de galena muito simples, e uma das implementaes representada na figura abaixo: Existem outras formas de implementar um rdio de galena, sobretudo quando o elemento sintonizador varivel o indutor.

ISO 22514-7 PDF

D1 1N34 DATASHEET PDF

If you do this, then basically the scope only needs to be good enough for audio frequencies. If your scope has enough bandwidth to view the carrier, its not technically necessary to use a demodulator probe. I like to remove the carrier, so I use one. Probably any of those you tried will work fine. Set up sweep alignment on something with a response curve like an IF amplifier if you really want to compare them.

Related Articles